Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

15 de abril de 2008

The Big Bang Theory #12

O melhor episódio da temporada!

Sheldon abalado por alguém mais jovem tê-lo superado:

Leonard: Não deixe isso te afetar. Você sempre soube que um dia iria chegar alguém mais jovem e inteligente.
Sheldon: Sim, mas achei que eu já estaria morto a centenas de anos. E que teria um asterisco no nome dele, pois ele seria um ciborgue.
Penny: Então você tem um concorrente, eu não vejo qual o grande problema.
Sheldon: Claro que você não vê, você nunca foi a melhor em nada.
Penny: Não entendo como ele conseguiu fazer algum amigo.
Howie: Nós gostamos do Leonard...


Sheldon entrando no laboratório de engenharia:

Howie: Engenharia... Onde os nobres trabalhadores semi-capacitados colocam em prática as visões daqueles que pensam e sonham.
Sheldon: Olá, Oompa-Loompas da ciência.

Sheldon se lamentando para um físico:

Sheldon: Já que minhas esperanças pelo Prêmio Nobel da Física acabaram. Decidi redirecionar os meus esforços e usar minhas habilidades com pessoas para ganhar um prêmio Nobel da Paz. Veja só: Vou solucionar a crise do Oriente Médio construindo uma réplica exata da cidade de Jerusalém no meio do deserto Mexicano.
Goldfarb: Pra quê?
Sheldon: Você sabe, é como naquele filme de beisebol. Se você construir, eles virão.
Goldfarb: Quem virá?
Sheldon: Os judeus.
Goldfarb: E se eles não vierem?
Sheldon: Nós os convidamos, fazemos um jantar!

Leonard, Howie e Rajesh discutindo como um garoto de 15 anos, nerd estereotipado, conseguiu pegar uma garota sensual e provocante:

Leonard: Como aquele pirralho conseguiu pegar uma garota sozinho?
Howie: As coisas mudaram desde que nós éramos jovens.
Rajesh: Inteligente é o novo sexy.
Leonard: Então por que nós vamos pra casa sozinhos toda noite?
Howie: Ainda somos inteligentes. Talvez sejamos inteligentes demais.
Rajesh: Tão inteligentes que chega a ser broxante.
Postar um comentário