Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

14 de abril de 2008

Jean Bodin

A premissa da análise bodiniana é que a soberania não pode ser partilhada, pois a divisão dos direitos - promulgar e revogar as leis, criar as magistraturas e atribuir suas funções, declarar a guerra e concluir a paz, atribuir penas e recompensas, julgar em última instância - resulta necessariamente em sua destruição.

Para Jean Bodin, se o poder estiver dividido, o comando se perde e a sociedade, com vários líderes, torna-se uma espécie de anarquia, impossibilitando o estado de avançar, perdendo a unidade e a estabilidade. A criação de leis por diferentes pessoas não possibilitaria que uma se sobrepusesse sobre outra, provocando assim um conflito.
Postar um comentário