Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

30 de abril de 2011

Eu odeio receber dinheiro de presente de aniversário


Se você se propõe a dar algo para alguém, é presumível que você conheça, mesmo que superficialmente, o presenteado. Dar dinheiro, a principio, pode parecer uma opção legal, pois você dá o direito da pessoa comprar o que ela gosta. Não é bem assim.

Ao tornar o presenteado o responsável pela compra dos presentes, o ator de presentear torna-se nulo. Peça sugestões, faça algo único, compre algo que auxilie sua vida, grave um cd, componha um poema, crie um scrapbook, revele fotos conjuntas, dê algo que faça sorrir, pinte uma camiseta, um quadro, QUALQUER COISA! Mas não dê dinheiro.

Quando se escolhe um presente no qual o aniversariante percebe que houve um mínimo de zelo na compra, mesmo que ele não goste, dará o devido valor e se sentirá agradecido.

Por via das duvidas, se comprar algo, diga que é para presente. Talvez ele queira trocá-lo.
Postar um comentário