Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

24 de maio de 2011

A Ciência do Medo


Recentemente vi um documentário chamado "A Ciência do Medo" bastante interessante. Entre os fatos apontados, ele cita que o medo é a emoção mais poderosa e que guia as nossas decisões a todo momento, inclusive nas coisas banais. Exemplo: "não vou sair de casa porque tô com medo de tomar chuva e me molhar".

Alguns terrores antigos estão tão arraigados no nosso subconsciente que se tornam pesadelos. O medo é uma reação involuntária, todos sentimos medo, mas uns sentem mais do que os outros. As pessoas mais sensíveis ao medo adquirem fobia.


Quando estamos com medo, tudo parece acontecer mais devagar e o nosso cérebro analisa a situação de modo a escapar da mesma. Não precisamos nos ferir para sabermos que algo é ruim (ninguém precisa por o dedo na tomada para saber se vai levar um choque): aprendemos o que temer através da linguagem e da observação. Piadas e risos nervos são sinais de defesa do corpo; o grito é a comunicação do medo.

Outros pontos importantes abordados no documentário foram:

1. O medo supera a razão;
2. Tem pessoas que são mais predispostas a terem medos;
3. As pessoas podem ser condicionadas a temerem alguma coisa;
4. É possível "contaminar" as pessoas mais calmas com os nossos medos (uma notícia sensacionalista exibida em um jornal por exemplo);
5. O medo é uma ferramenta política eficaz;


É possível, porem, combater os medos através da regulação emocional. No processo, o cientista mostra que não devemos temer tanto algum objeto ou situação, fazendo com que desenvolvamos novas lembranças que substituirão as antigas. Segundo os pesquisadores, a memória não é um album de fotografias, com imagens estáticas para o resto da vida: elas evoluem e mudam com as novas experiências.


No final é mostrado a importância do medo: agir como um mecanismo de defesa para nos proteger. Segundo o documentário, a espécie humana não alcançaria o nível de evolução atual se não possuísse essa cautela com relação ao desconhecido.

P.S.: Daí, semana que vi o documentário, rolou um podcast do Azilator chamado histórias que dão medo! Recomendo vocês baixarem. Basta clicar com o botão direito sobre o link e depois em "salvar link/destino como".
Postar um comentário