Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

2 de maio de 2011

Clipe de "A Flor" dos Los Hermanos feito com os bonequinhos do Buddy Poke


Vi um filme recentemente chamado "RIP! A Remix Manifesto" que trata da questão dos direitos autorais, alegando que a internet serve para o compartilhamento de informações. Daí ele fala sobre as indústrias que processam usuários por usar material protegido por direitos autorais e mostra dezenas de exemplos de como a indústria se apropriou de outras idéias para ser o que ela é hoje.

A Disney, por exemplo, em seus filmes, utilizou de várias lendas e contos antigas para formar a sua mitologia, mas não permite que as pessoas use o Mickey Mouse, mesmo após a morte do seu criador. O lobby que a Disney fez para que o governo americano alterasse a lei dos direitos autorais para prolongar a vida dos seus personagens é mostrado no filme como um dos pontos a serem mudados: "Os poderes estabelecidos no passado sempre tentarão controlar o futuro."

Outro ponto do manifesto é que "a cultura sempre se baseia no passado". Se isso parece justificar o que a Disney fez com as estórias antigas, também inocente as pessoas que utilizam de produtos registrados para produzir remix.

E é o que Ingrid faz nesse vídeo aí. Ela pega uma idéia pronta, uma música, uma ferramenta, o buddy poke, e utiliza da sua criatividade para criar um videoclipe. Veja depois os comentários no YouTube. As pessoas gostaram, a banda que ela é fã foi divulgada, pessoas que não conheciam a banda se interessarão pelo vídeo por ser "bonitinho" (né? tem as figurazinhas do buddy poke). E a mensagem se espalha. E é esse o poder de criar conteúdo baseado em idéias do passado que o Remix Manifesto apoia.

No site oficial você pode fazer o download do filme pagando o preço que você achar justo. Inclusive não-pagar (U$0,00) é uma opção. Recomendo!

Ah, o vídeo que Ingrid fez é esse aí:

Postar um comentário