Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

14 de maio de 2011

E eu pensei que ia conhecer, finalmente, a mãe de Howard... mas não foi dessa vez :(

E taí o episódio (S04E23) do dia das mães de The Big Bang Theory! Totalmente focado na mãe de Howard, aquela que ninguém nunca viu o rosto (e não foi dessa vez, infelizmente).

Esse episódio teve ótimos diálogos, risadas naturais e por isso, pra mim, foi um dos melhores da SÉRIE INTEIRA.

Howard e Bernadette precisam contar a mãe do futuro marido sobre o casamento, mas há um medo muito grande por parte de Howard.

Prya: Você e Howard começaram a planejar o casamento?
Howard: Estamos pensando em fazer em um penhasco com vista para o mar. Nada alivia mais a tensão pré-casamento que o pensamento de cair e se afogar.


Bernadette e a mãe de Howard saem para almoçar e ele fica ansioso para saber a opinião dela antes de comentar do casamento. Ao saber das boas impressões que sua figura maternal teve da sua namorada, Howard joga a notícia para sua mãe... e ela desmaia! Bernadette fica preocupada.

Howard: Precisa entender que desde que o papai se foi, tenho sido o mundo para minha mãe. Ela se sentiria ameaçada por qualquer mulher que pode me dar o que ela não pode.
Bernadette: Você quer dizer relações sexuais?
Howard: Quando você diz assim, soa repulsivo.
Prya: O que aconteceu?
Bernadette: A mãe do Howard teve um ataque cardíaco porque eu posso transar com ele e ela não.

Mas depois de examinada, vem as boas notícias.

Howard: Ela está bem?
Medico: Não foi um ataque cardíaco. Ela acordou e está descansando. Estamos fazendo exames.
Howard: Posso vê-la?
Medico: Ela disse que gostaria de ver a garota católica primeiro.
Bernadette: Eu? Por que eu?
Howard: Judeus se perguntam isso há séculos. Não há resposta certa.
Bernadette: Deseje-me sorte.
Howard: Não se preocupe. Você ficará bem. Deixe-me esconder a cruz. Se isso encostar nela, queima.

Era apenas uma intoxicação alimentar!


Sheldon: Howard, eu preciso ir ao banheiro e ninguém quer me levar para casa.
Howard: O que hácom o banheiro daqui?
Sheldon: Pneumococos, estreptococos, estafilococos e um monte de outros "ococos".
Howard: Sheldon, minha mãe está no leito de morte e minha noiva está deprimida se sentindo culpada. Eu não vou levá-lo para casa.
Sheldon: Iria comigo ao banheiro para abrir a porta e dar descarga?
Howard: Não!

Sheldon vem provar, novamente, que ignorancia é uma benção. Conhecer tantas formas de ficar doente é uma merda. Você realmente fica paranóico...

Há mais dois pontos positivos no episódio: Raj manipulando Leonard e Penny e Prya conversando sobre o desempenho de Leonard no sexo. Senti falta de Amy Farrah Fowler.
Postar um comentário