Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

11 de maio de 2011

Todo mundo mente (Everybody Lies)

Spoilers!

Durante a terceira temporada de House, bem no inicio, o protagonista volta a andar. É nessa temporada que aparece aquele policial Twitter Tritter, que prende House. Ele até finge que vai para a reabilitação. Foi uma das temporadas mais legais, porque tinha alguém confrontando ele. A temporada seguinte, onde começa a queda de audiência da série, é a que o médico demite todo mundo e tem todo aquele BIG BROTHER HOUSE pra saber quem passará pelo PAREDÃO. Talvez por isso a audiência caiu, não sei, não importa, eu continuo assistindo.


Bom, todo esse lenga-lenga é para contextualizar minha sensação de deja vu. No mais recente episódio (S07E21), House começa a tomar uma droga experimental para crescer os músculos. Sim, talvez ele possa caminhar novamente sem o auxílio da bengala, assim como na 3ª temporada.

Wilson: Você acha que melhorando a perna, vai melhorar a vida.
House: Acho que minha vida seria melhor se parte dela, ou seja, minha perna, fosse melhor.
Wilson: Você acha que os seus problemas são sua perna. Acho que você quer que tudo seja físico, tangível, simples. Quer infelicidade para achar uma cura.

Será? Fica a reflexão para quem prefere o House do mesmo jeito e para quem quer ver mudanças.

A frase do título do post justifica o caso dessa semana. Uma mulher que trabalhava criando bombas para o governo caiu desacordada, sem mas nem porque. Enquanto House se exercitava sua perna, os outros QUATRO médicos não conseguiam desvendar o caso até os minutos finais do episódio.


Sério, isso é uma equipe INAPTA. Acho que se acostumaram a repassar a responsabilidade dos diagnósticos a House que acabaram se acomodando. Tudo bem que ele é o Sherlock da Medicina, mas a série tenta se mostrar factível. Os outros quatro médicos TÊM TALENTO. Os produtores deveriam explorar mais isso.

Será que a perna dele melhora dessa vez? Pela imagem final do episódio, parece que não. As coisas não vão terminar nada bem. Talvez o final (fatídico) que muita gente aguarda, House morto, esteja mais próximo.

Postar um comentário