Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

28 de setembro de 2011

Análise leiga e curta sobre Pro Evolution 2012 (PES 2012)


Baixei o PES2012 porque todo começo de ano tenho que zerar a MASTER LEAGUE formando um timaço para me achar o imbatível. Até que eu enfrento qualquer amigo meu, sofro pra vencer - quando venço - e vejo que não era tão fácil.

Sobre esse novo jogo... não muda muita coisa em relação aos anteriores. Continua rápido, dinâmico e fácil. Diferente do FIFA que é rápido, dinâmico e difícil. No PES você não precisa elaborar muito uma jogada até chegar ao gol.


Apenas joguei uma partida por enquanto e minha análise é tão rasa quanto um pires, mas uma coisa legal que inseriram nessa versão foi uma nova câmera. Dá pra ver quase o campo de futebol inteiro. Nem precisa do minimapa.

Outro ponto interessante é a torcida. Quando seu time está atacando, ela vai se levantando aos poucos a medida que você chega perto do gol.

Sobre os gráficos: não ligo pra isso. Acho bonito. Não acho que um jogo de futebol necessite de gráficos super realistas. Eu o trato como um game somente para diversão. Não é um RPG da vida que tem história e tudo o mais e você precise se relacionar com os personagens. São só uns bonequinhos andando num fundo verde.

Ah, e tem o técnico a beira do gramado. Ele fica imóvel, mas já é alguma coisa. Breve acho que será possível transformar o bandeirinha num cachorro. Aguardemos.


Lembrando que o PES 2011 que joguei foi no Playstation 2. Se essas mudanças já haviam no XBOX ou no PS3, sou ignorante.


Venci meu primeiro jogo por 2x0. Eu era a Inglaterra e enfrentava o Brasil (que continua com essa camisa verde pirata).
Postar um comentário