Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

4 de fevereiro de 2012

Mais uma leva de filmes que vi nesses dias

Immortals


Não se deixe enganar pelo "Dos produtores de 300". O filme é ruim. Tem efeitos especiais bacanas, mas é muito chatinho. Não recomendo.

Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street


Eu comecei a ver o filme, mas depois de 10 minutos lembrei que já tinha visto e parei.

O Homem do Futuro


"Todo mundo sofre nessa vida. Só um infeliz como você pode achar que seu sofrimento é algo especial". Meio efeito borboleta, uma trilha sonora com musicas de Legião Urbana e Radiohead (Creep, oi!) e comédia. Todo filme brasileiro tem que ter comédia, seja de que gênero for. E o lance das viagens no tempo... Eu gostei.

HOME


O ser humano é muito arrogante. HOME é um documentario bonitinho com tendencias fatalistas. Veja que esses documentários sempre mostram que nós temos que reverter o que está acontecendo de ruim no planeta ou então racionar. O que eles não dizem é que isso bota em risco a vida, nossa vida, na terra, mas não a propria terra. A terra não está em perigo. Nós estamos!. A ideia final do documentário é que não deveríamos querer prosperar, consumir muito, mas apenas sobreviver.

How Many People Can Live On Planet Earth?

Outro grande documentário da BBC. Bem Bacana. Explorou o ponto principal: quem vai se fuder dar mal, cedo ou tarde, somos nós humanos. O mundo vai continuar ai, mas as pessoas serão extintas. Bem diferente de HOME que queria dar um pouco de esperança.


The War You Don't See

É um documentário bastante interessante. Mostra o que a mídia deixa de reportar durante os períodos em que há guerra (especificamente neste documentário é abordado a questão do Iraque). A histeria geral causada por noticias sensacionalistas. A reprodução das noticias sem analisa-las devidamente. A existência dos jornais 24h que precisam divulgar noticias importantes a todo o momento e acabam caindo em várias furadas. Não há tempo ou preocupação para checar os fatos.


In Time

O filme tem uma ótima ideia genial. As pessoas vivem até os 25 anos e depois param de envelhecer. Elas tem mais um ano de vida e está contabilizado em seu braço esse tempo restante. Elas trabalham para ganhar tempo e gastam o tempo para suas atividades cotidianas (comprar comida, se locomover, diversão, etc). Só que a história é má conduzida. Muitos furos. Primeiro: onde se passa a história? Na terra? Num universo paralelo? Como chegamos a isso? Mutação genética? Não há um contexto, somos jogados nesse mundo e não temos resposta. Gostaria que tivesse uma continuação para a história fazer mais sentido.


O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus

Muito chatinho esse filme. Melhore, Vitória!


Sucker Punch

É um filme diferente. Desisti de vê-lo após meia hora. Era muito bonito o visual de Lolita da protagonista, mas não foi suficiente pra me entreter.


La Piel que Habito

MEU DEUS DO CÉU, O QUE FOI ESSE FILME? Mexeu comigo completamente! Senti-me incomodado com o rumo que a história tomava da metade para o final. Eu não posso dizer nada correndo o risco de spoiler. Pelamordeapolo, ASSISTA!!!


Paprika

Pra você que viu "Inception" (A Origem), esse filme é no mesmo estilo. Não pensem que é um plágio, afinal foi criado MUITO antes. Seria uma inspiração para Inception? Ou este tema é algo bastante batido e eu não sabia? Recomendo para quem gostou de Inception! Não foi o meu caso. Nesses filmes que trabalham com a mente e sonho, nenhum superou Vanilla Sky pra mim. Obrigado pela dica, Bianca!


A verdade sobre zumbis

Documentário da National Geographic. Achei fraquinho. Explica como seriam os zumbis dos cinemas através de argumentos médicos. É interessante, mas... já sabemos dessas coisas. O legal são os exemplos dados para afirmar que já existem zumbis, não como conhecemos, mas pessoas que podem ser hipnotizadas, por exemplo. Cita também o ocorrido com Jim Jones no Templo do Povo.


O Show de Truman

Revi esse filme com Isadora. Ela não conhecia, ficou bastante aflita com Truman. Espero que agora ela assista ao BBB com outro olhar. "COMO PODE? CADÊ A PRIVACIDADE DELE? COITADO DELE!", ela disse. Esse com certeza está entre os 10 melhores filmes que já vi na vida. Breve farei uma lista. Preciso lembrar dos outros 7 (os outros dois são Forrest Gump e V de Vingança)


Breaking Dawn, parte 1

Esse é, de longe, o filme mais fraco da série. Mais de 1 hora perdida pra Eduardo e Isabel fazerem sexo e a outra 1 hora seguinte pra terem um bebê. O único draminha rolou no final quando os lobos queriam matar a criança, mas por excesso de protagonismo, Jacó teve uma impressão (imprinting) com a bebê – Como se chama isso? Pedofilia? – e os lobos recuarem. Tudo resolvido na mais santa paz. E quando a gente pensa que o filme vai ficar bom... acaba! Isabel vira vampira.


Capitães de Areia

Pedro Bala e Dora. Mais outro caso de uma menininha seduzida por um homem mais velho (Cintia). Eu me sinto muito critico achando que na Bahia, em Salvador, o líder de um grupo de ladrões seja o único BRANCO? Porque todos lá eram negros. Morenos. Não li o livro, então não sei das origens de Pedro, mas... gosto muito dessas obras brasileiras que são adaptados para o cinema ou série, porque não precisamos mais ler o livro para entender os clássicos. Digo, você pode ler se quiser, mas um filme é muito mais legal do que obrigar crianças a lerem isso quando o que queremos – bem, eu queria quando estava na escola – era ler Harry Potter.


2001: Uma Odisseia no Espaço

Não consegui ver o filme todo. Apenas meia hora. Não me entreteu. Quase que eu não passava dos macacos.


Shaun of the Dead

Chatinho. Ficar mesclando zumbis com comédia não dá certo.


V de Vingança

Revi. Mermão. Emocionante. Reforça meu ponto da comédia como forma de fazer as pessoas refletirem. Como o Dietrich fez na TV na encenação que o V era o Sutler.


Mr. & Mrs. Smith

Fraquíssimo.


Killing Bono

Eu pensei que era uma história falsa, mas é real. Baseada no livro "I Was Bono's Doppelganger". Conta a história de uma banda "rival" ao U2. Tem o Nathan de Misfits. Robert Sheehan. Foi por isso que baixei. É legal a história. É bom pra quem gosta de música, U2 ou tem uma banda.

Postar um comentário