Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

9 de março de 2012

A visão retrospectiva da História (ou o famoso: EU AVISEI!)


Tô lendo um livro chamado "A logica do Cisne Negro". Em determinada parte o autor fala sobre a visão retrospectiva da história. Ou como eu prefiro chamar "EU BEM QUE TENTEI TE AVISAR".

Vamos fazer um exercício de imaginação. Imagine que no dia 10 de Setembro de 2011 algum politico americano tornou mais rígidas as normas nos aeroportos no sentido de conferir pessoas e bagagens e determou que a porta da cabine do piloto deveria permanecer trancada durante o voo inteiro. Imaginou? Pois bem, sendo assim, o 11 de Setembro não teria acontecido daquele jeito ou talvez nem mesmo tivesse ocorrido.

Só que ninguem iria lembrar desse cara, entende? Porque nós só conseguimos ver as coisas com clareza DEPOIS que aconteceram. Aquele ditado de que "prevenir é melhor que remediar" não é de muita valia, pois não temos NENHUMA NOÇÃO do que poderia ter acontecido de VERDADE em uma situação, exceto quando ela acontece. A vida não premia os prevenidos, mas sim os que tomam ações após um ocorrido.

O que o autor crítica são as pessoas que se referem ao acontecido - seja ele qual for - como se tivessem o pleno domínio da situação, como se já soubessem tudo de antemão. "Minha nossa, como eles não perceberam isso? os sinais estavam todos lá!". É fácil ver as coisas depois ocorrido como se fossem previsíveis e explicáveis. MAS NÃO SÃO. Esses eventos de BAIXA PROBABILIDADE e GRANDE IMPACTABILIDADE são os cisnes negros do título do livro.

Depois que você leu isso, pode ter achado tudo muito óbvio, mas pense como você age a respeito. Não é fácil deixar de pensar assim, como se tudo fosse previsível e explicável.
Postar um comentário