Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

2 de maio de 2012

A História Secreta da Obsolescência Planejada

obsoleto |ê|
(latim obsoletus, -a, -um, gasto, caído em desuso)
adj.
1. Caído em desuso; antiquado.
2. Arcaico. (Fonte)


Obsolescência programada é o nome dado à vida curta de um bem ou produto projetado de forma que sua durabilidade ou funcionamento se dê apenas por um período reduzido. A obsolescência programada faz parte de um fenômeno industrial e mercadológico surgido nos países capitalistas nas décadas de 1930 e 1940 conhecido como "descartalização". Faz parte de uma estratégia de mercado que visa garantir um consumo constante através da insatisfação, de forma que os produtos que satisfazem as necessidades daqueles que os compram parem de funcionar ou tornem-se obsoletos em um curto espaço de tempo, tendo que ser obrigatoriamente substituídos de tempos em tempos por mais modernos.

A obsolescência programada foi criada, na década de 1920, pelo então presidente da General Motors Alfred Sloan. Ele buscou atrair os consumidores a trocar de carro frequentemente, tendo como apelo a mudança anual de modelos e acessórios. Bill Gates, fundador da Microsoft, também adotou esta estratégia de negócio nas atualizações do Windows. (Fonte)

Recomendo o vídeo, é ótimo. Encontrei no blog do Flávio Gomes.
Postar um comentário