Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

13 de junho de 2012

Idéias anárquicas e a Internet

Dias atrás escrevi sobre A Internet é democrática, não anárquica. Pensei um pouco sobre o que falei e tenho uma nota para complementar.

"A Internet é a primeira coisa que a humanidade construiu que a humanidade não entende, a maior experiência na anarquia que já tivemos."

Vejo TAMBÉM nessa chamada Web 2.0 um pouco de anarquismo, no qual não existe um poder definido.

Na Wikipédia, por exemplo: todos colaboram, todos ajudam, não há uma hierarquia explicita. Somos geradores de conteúdo. No YouTube acontece a mesma coisa, produzimos o conteúdo que pertence ao site. Isso não significa que estes locais não tenham ordem. Tem sim. Mas não há - ou não aparenta haver - coerção.

E citando a própria Wikipédia:

Anarquistas são contra qualquer tipo de ordem hierárquica que não seja livremente aceita e, assim, preconizam os tipos de organizações libertárias baseadas na livre associação. Anarquia significa ausência de coerção e não a ausência de ordem.


Penso que este modelo de redes sociais e contribuições seja um misto entre anarquia e democracia. Por exemplo: na Wikipédia, quem manda é a Wikimedia Foundation. Contudo, os moderadores de conteúdo na Wikipédia são, geralmente, os usuários mais ativos. Todos podemos editá-la, mas caso ocorra alguma balburdia, são esses usuários que restaurarão a ordem. É como se o microcosmo (usuários moderadores) fosse uma anarquia e o macrocosmo (Wikimedia Foundation) pertencesse a uma democracia.
Postar um comentário