Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

19 de setembro de 2012

O Cache do Google sumiu. E agora? Tem volta? Como acessar o cache do Google?

Dia desses (ontem) tava conversando com Ana Clara e no meio da nossa conversa lembrei de um artigo sobre o assunto que estávamos discutindo. Depois de muito tempo consegui encontrar o link (tava na timeline do facebook), mas não consegui acessá-lo. Dava erro 404.

Procurei então por um trecho do texto no Google, mas também nada. TODAS as páginas mostravam só aquele pequeno excerto, mas nunca o texto integral. Comecei a ficar DESESPERADO, né? Era uma QUESTÃO DE HONRA encontrar o link.

Então lembrei do cache do Google. Mas o que é esse cache?

Para exibir nos resultados de busca para determinada palavra o seu site, o Google armazena em seus servidores, em seu CACHE, uma versão das páginas que o seu robô Googlebot encontra. A última versão de uma página armazenada no cache do Google pode ser encontrada digitando-se cache:(url a ser pesquisada) na busca do Google. É baseado no CACHE que o Google calcula o posicionamento de seu site, e não no conteúdo atual de seu site, que pode ter sido alterado desde a última visita do Googlebot a seu site. (Fonte)

Ou seja, o cache salva o conteúdo de alguns (milhões de) sites, de tempos em tempos, para classificá-los na hora em que alguém busca por alguma palavra. Fácil, né?

Antigamente o cache do Google era facilmente encontrado. Ficava logo abaixo dos resultados da pesquisa. Veja a imagem abaixo.


Só que agora ele está menos visível. Não aparece mais desse jeito. Por que? Não sei, mas com certeza dificultou um pouco o link que eu queria encontrar. C'est la vie.

Mas então... como posso acessar ou recuperar sites baseados no cache do Google? Observe a imagem abaixo. Ao pesquisar por alguma palavra, no exemplo "Dias Comuns", o Google me mostra as páginas que contem o que procuro. Deixe o mouse sobre o resultado da busca que você quer. Ao fazer isso, aparecerá aquela seta (>>, marcada com o número 1). Clique nela e, logo em seguida, a página em cache estará disponível logo ao lado.


Essa é uma das vantagens do cache do Google: poder acessar um site que está offline ou que foi apagado recentemente. Outro ponto positivo é a possibilidade de, numa possível migração de dados, recuperar algum conteúdo que ficou para trás.

E, ah, o link que eu tava atrás era esse aqui. Procure por "O Brasil Não É um País Ocidental". Era uma conversa sobre conceituação de certas palavras.
Postar um comentário