28 de novembro de 2012

O poder de uma marca




Red Bull é uma bebida que eu gosto bastante. Pena que é muito cara para os meus bolsos furados, mas sempre que possível compro uma ou duas latinhas.

Um dos meus sonhos é fazer o que Jim Carrey realizou no filme Yes Man: uma OVERDOSE de Red Bull, só para ver se ficarei tão ligadão como ele ficou (acho que é mais coerente eu sofrer um ataque cardíaco).


Dia desses eu já tinha acumulado umas 6 latinhas na geladeira e, sem nada melhor para fazer, tomei uma atrás da outra. E pensei "por que não tirar uma foto delas e expor para todo mundo o quanto eu gosto de Red Bull?"

Nesse meio tempo entre ir atrás da câmera fotográfica, encontrar as pilhas e tirar a foto, fiquei pensando sobre o poder que uma marca exerce nas pessoas. O caso do Red Bull, por exemplo. É apenas um energético. Existem vários outros no mercado. Por que com esse é diferente? O que as pessoas vão pensar de mim ao saberem que eu tomo essa bebida? Isso me torna alguém melhor? 

E aí eu fico pensando nessas marcas poderosas, tipo Red Bull, Apple, Adidas, Pizza Hut... marcas que as pessoas gostam de ostentar que as utilizam. Por que elas fazem isso? 

Penso, óbvio, que é uma forma de se diferenciar das demais pessoas, de se sentir superior. Só não entendo como, de fato, isto acontece. O que acham?

P.S.: Depois de refletir tudo isso, não tirei a foto. Achei brega.
Postar um comentário