23 de dezembro de 2012

Annarasumanara



Annarasumanara é um mangá coreano (Manwha) escrito por Hailgwon.  Possui três volumes e quase 1000 paginas no total. Encontrei-o quando procurava por temáticas de mistério no MyAnimeList. É uma das histórias mais bem votadas, então devia ter algo bom.

A sinopse do mesmo é bastante simplista, não transparecendo os principais temas discutidos na história: era uma vez uma garota que estava passando em frente a um parque abandonado onde, dizem os rumores, vive um mágico de verdade. A menina, Yoon ah-ee, acaba encontrando-o e o mágico pergunta: "você acredita em mágica?"

Uma questão tão boba, né? Só que para a personagem não é tão simples assim.


Yoon é uma moça pobre. Não vive na zona da miséria, mas precisa se esforçar bastante para sobreviver, tendo que trabalhar e estudar ao mesmo tempo. Mora com sua irmã num quarto-e-sala. Seu pai está sumido, nunca mais apareceu em casa, pois a empresa faliu e o mesmo contraiu muitas dividas. Da mãe nada sabemos, exceto que Yoon escreve cartas para ela contando do seu dia-a-dia. 

Ir para o colégio é uma dificuldade para garota. Sua barriga ronca por não ter o que comer. Suas roupas nunca estão passadas e suas meias tem pequenos furos. Os colegas de classe percebem algumas dessas coisas, mas não dão muita bola. Ela não faz parte das rodas de conversa. Mesmo com esses problemas, Yoon é uma garota muito dedicada, uma das melhores da turma.

Tão boa quanto Na il-deung,o garoto proveniente de família rica, que pode se dedicar exclusivamente aos estudos. É o sonho de Yoon: apenas estudar para garantir um bom emprego, ser uma pessoa responsável e poder oferecer a sua irmã mais nova as oportunidades que ela não obteve.


Yoon é muito realista. Não é dessas garotas que devaneiam acordada. Quer crescer logo, acabar os estudos e conseguir um emprego integral. O dinheiro importa muito para ela.

"Não, eu não acredito em mágica" é a resposta dela para o mágico.

Por diversas razões, Yoon acaba por se encontrar frequentemente com o mágico. Nenhum dos truques (como ela chama) a faz acreditar que ele é de verdade. Os problemas financeiros da garota vão aumentando e nesse ponto Na il-deung irá convergir para a história.


O pai de Yoon voltará? O que aconteceu com sua mãe? Yoon voltará a acreditar em mágica? Quem é esse mago misterioso? Ele é "de verdade"? O que Na il-deung realmente quer com Yoon? Ser o estudante exemplar é o sonho dele ou dos seus pais?

Essas perguntas serão respondidas ao longo da leitura do Manwha.


O que primeiro chama a atenção em Annarasumanara é o título. Creio eu que esse seja o "abracadabra" coreano, pois é usado toda vez que o mago faz suas mágicas.

Em segundo lugar: o traço. Émuito bonito, muito limpido e possui certos detalhes que dão o tom da história. Exemplo: o cenário totalmente preto-e-branco e um detalhe colorido. Detalhe este que remete a algum personagem. Não é um recurso estilistico inovador, mas chama atenção. Outro exemplo: Na il-deung tem um pescoço enorme. Parece uma girafa. Incomoda muito quando ele aparece em cena, pois destoa completamente dos outros personagens "normais". Talvez esta seja a intençao do autor.



Por fim temos as temáticas abordadas: há muitos momentos de reflexão sobre onde termina a infância/adolescência e o que significa ser um adulto. Esses dilemas permeiam a resposta de Yoon sobre acreditar ou não em magia (isso é coisa de gente imatura, segundo ela).

A pobreza é um tema constante, bem como a questão do assedio, das brincadeiras sem graça, da sorte de ter nascido em berço de ouro, do abandono dos sonhos, de não conseguir se adequar a sociedade, de fazer o que a sociedade demanda, dos locais de memória (o parque a faz lembrar da infância, quando os pais estavam juntos).

Todos os mágicos no mundo... são magicos de verdade.

Annasumanara é uma história nota 10 para quem gosta de refletir qual é o seu papel no mundo. Você pode lê-lo online aqui (em inglês).

Postar um comentário