6 de dezembro de 2012

The Walking Dead - a Ascensão do Governador

"Nós vamos sobreviver a esse pesadelo, e vamos fazer isso nos transformando em monstros piores que eles, está me entendendo? Agora não existem mais regras! Não existe filosofia, não existe misericórdia, não existe perdão, agora somos nós e eles e tudo o que eles querem fazer é devorar a gente! E por isso nós é que vamos devorar a porra dos zumbis! A gente vai mastigar eles e depois cuspir no chão e nós vamos sobreviver a essa situação, ou então eu vou destruir a droga do mundo! Você entendeu o que eu falei? ENTENDEU O QUE EU FALEI?" (BLAKE, Philip. O Governador)


Domingo passado a terceira temporada de The Walking Dead entrou em recesso. Voltará somente em Fevereiro. Aproveitei o ENSEJO para começar a leitura do livro acima. Nesta terceira temporada, o "vilão" da série é um cara cuja alcunha é O Governador. Ele é um líder de uma pequena cidade chamada Woodbury e, se você já leu os quadrinhos já sabe, vai entrar em conflito com Rick Grimes e o pessoal que mora na prisão.

O livro, feito por Jay Bonansinga e o criador da série Robert Kirkman, contará a história dO Governador. As razões que o levaram a ser o que é.

Minha maior curiosidade em relação a leitura do livro foi saber como Penny se tornou a filha zumbi. Como ela se transformará? Um acidente? E isso é o único fato que leva O Governador a ser uma pessoa cruel ou ainda há mais coisas?


Mas sobre a narrativa... a história segue Philip Blake, o irmão Brian, a filha Penny e os amigos do colégio Nick e Bobby. Essa TURMINHA DO BARULHO está tentando chegar a cidade de Atlanta (Igual a Rick!), pois acreditam que lá vão encontrar um centro de refugiados. Pra quem leu ou assistiu TWD, sabe-se que isso é pura balela.

No meio do caminho eles vão passar por ALTAS AVENTURAS. E é só isso que posso dizer, porque as aventuras são bastante animadas. Bastante mesmo.

Vamos as minhas impressões.

Um ponto que achei super bacana é que a história é contada desde o inicio do apocalipse zumbi. Lembre-se que Rick sofreu um acidente e acordou num hospital, então não tivemos oportunidade de ver a coisa toda acontecendo, mas sim uma situação já estabelecida. Com o Governador & Cia, sabemos mais do sofrimento inicial, como as pessoas reagiram, como o governo reagiu, como as noticias se propagavam (dizendo que estava tudo bem e depois...).


Em relação a mulher, Sarah, de Philip, sabemos que a mesma morreu em um acidente de carro quando Penny tinha três anos. Ela, Sarah, é pouco citada na história

Fiquei comovido diversas vezes com a inocência/ingenuidade de Penny. A cena dela coberta de farinha na cozinha, enquanto os "homens da casa" ficam olhando ela cozinhar é muito cativante. Ela é muito querida por todos e serve como o "nó" que une todos os integrantes. Philip é TOTALMENTE DEVOTADO a filha. Tudo que faz, faz por ela. E é muita coisa que ele faz.
"Ele nunca amou ninguém a não ser essa garota. Até Sarah, a quem adorava, vinha em segundo lugar. Seu amor por Sarah - como o de todas as pessoas casadas - era complicado, fluído e condicional. Mas na primeira vez que viu a menininha, um pacotinho recém-nascido, há sete anos e meio, aí sim ele aprendeu o que é o amor. Significa ter medo e se sentir vulnerável pelo resto da vida"
E O Governador? Bem... Imagine a Michonne das histórias em quadrinho e o Daryl do seriado. Junte os dois. Eles não chegam aos pés do nível de FODACIDADE e BADASSISMO (do inglês BADASS) que Philip possui. Sério. O homem enfrentou 12 zumbis SOZINHO numa rua estreita, armado apenas de duas machadinhas. Em outra cena ele usou o carro abaixo (um Cadillac Escalade Platinum) e atropelou mais uns 300 (queria estar exagerando, mas não estou), antes do carro quebrar. E a cena com a Harley Davidson Electra Glides?


Sério. Deviam fazer um filme desse livro ou, pelo menos, citar fatos do mesmo no decorrer da série. Tem muita coisa boa, muita cena de ação e muitas revelações que não estão na história original (os quadrinhos). Fico na expectativa que o próximo episódio do seriado, em Fevereiro, seja um flashback de Philip. É NECESSÁRIO contar a história dele.

E o FINAL do livro? SURPREENDENTE! Vocês não vão acreditar, mas eu senti que AQUILO podia acontecer e mesmo assim ainda fiquei surpreso quando ocorreu. Foi um grande PLOT TWIST!

Só fiquei com uma duvida: o que aconteceu com April e Tara? Será que pretendem contar?


RECOMENDO MUITO MESMO esse livro para quem gosta de The Walking Dead. É uma leitura OBRIGATÓRIA. Não importa se você assiste apenas o seriado, ou apenas lê os quadrinhos ou lê e assiste. Você precisa saber a história dO Governador. Compre o livro, baixe na internet, peça emprestado... não importa. Dê um jeito de ler!

E digo mais: Robert e Jay estão criando outro livro baseado em The Walking Dead. Seu subtítulo será "The Road to Woodbury". 
"We’re going to meet new characters as they come to Woodbury and see how Woodbury is founded, and how the Governor continues to grow as a character. It all takes place before we met the Governor in the comic book series, and there’s a lot more story to tell with that guy." 
Postar um comentário