Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

23 de janeiro de 2013

Fantasy Defense


Releia apenas o primeiro paragrafo do meu texto sobre Dungeon Hunter 3.
Entenda o contexto: praia, sem internet, sem computador e um tablet sem jogos. Na primeira oportunidade que voltei para a CIDADE GRANDE aproveitei o ensejo e baixei MILHARES de jogos free para o aparelho (é o da Apple e não, não fiz jailbreak). Por dezenas de motivos - uns eram ruins mesmo, outros precisavam de acesso a internet e alguns eram FPS, gênero que não gosto - desses montante de jogos só me sobraram dois. Esse é um deles (o outro vou comentar posteriormente).
Releu? Entendeu  meu contexto? Pois é. Fantasy Defense foi o OUTRO jogo que me entreteu.


Queria saber qual é o ponto certo em que um jogo simplório como Fantasy Defense torna-se viciante. A mecânica do jogo é simples (mas não é nenhuma novidade!), do tipo "por que não pensei nisso antes?": Há um caminho a percorrer; os monstros se dirigem do ponto x ao ponto y; o jogador posiciona suas unidades ao longo do percurso de modo que os monstros não alcancem o fim da fase; a cada vez que um deles chega ao fim, o portal (que tem 20 de LIFE) perde sua forca e desaba quando chega a zero.

Bem bestinha,  porem deveras viciante!


Meu objetivo, alem de zerar o jogo, foi terminar todas as fases com PERFECT. Não foi difícil vencer as fases, então a graça era tentar ser perfeito. Tarefa que alcancei satisfatoriamente ao longo de 50 fases e 5 mundos. Após concluí-lo, um novo objetivo criei: obter uma alta pontuação em cada fase, mas o jogo já tinha perdido um pouco da diversão.



As unidades que o jogo oferece são divididas em três classes: guerreiro, arqueiro e mago. Há uma unidade simples de cada classe, que pode ser evoluída em duas classes distintas; Existe outro espécie de personagem que não pode evoluir para outra classe, mas inicia a "partida" com status maior em relação a unidade básica (simples), além de possuir uma habilidade especial (o guerreiro possui STUN, o arqueiro DAMAGE OVER TIME e o mago SLOW); Por último temos a unidade heroína. Ela pode evoluir ate 5 vezes (as unidades anteriores podem evoluir apenas 3 vezes) e possui um golpe especial cujo requisito para utilizá-la é a existência de MANA.

Todas as unidades do jogo.

As unidades heroínas são adquiridas com MANA, enquanto GOLD é a moeda necessária para as outras unidades. Ganha-se ambos (MANA e GOLD) ao matar inimigos.

As principais decisões do jogo envolvem o posicionamento dos seus personagens e a possibilidade de evoluir um existente ou adicionar uma nova unidade ao cenário (se houver espaço).


Fantasy Defense é um ÓTIMO passatempo. Recomendo a BEÇA!

Postar um comentário