28 de janeiro de 2013

Sonhei com o fim do mundo


Tive um sonho com o fim do mundo. Era o dia que os Maias tinham previsto. Estava em Búzios com o pessoal e todos na rua estavam na expectativa do mundo acabar. Olhavam apreensivos para o relógio, esperando a meia noite para confirmar (ou não) o apocalipse. Se passasse da zero hora, seria tudo balela, um dia como outro qualquer.

Meia noite e um. As pessoas urravam de felicidade. "Os Maias estavam errados!". Alguns soltavam fogos, tamanha a felicidade (ou era apenas um pretexto para fazer uma festa? Não soube identificar). Só que depois de um tempo algo aconteceu. Uma chuva de meteoros cobriu o céu. As dunas deram espaços para o magma. Vulcões em búzios, sim! Na praia! Rolou um desespero geral. Alarmes sonaram por toda a praia.

Um contador enorme de 30 minutos começou uma contagem regressiva. As pessoas entraram em pânico. Abraços, beijos, roubos, assassinatos e estupros. "Vamos todos morrer mesmo!" pensavam. A coisa continuou um caos por um tempo indeterminado, mas acabou de repente. Eram apenas uns efeitos especiais de Wolf Maya, o mago da tecnologia da rede globo.

Quando as pessoas que cometeram atos criminosos começaram a ser presas, acordei.
Postar um comentário