15 de fevereiro de 2013

Manual do Xavequeiro



Manual do Xavequeiro (Ismael de Araújo e Fabiano Rampazzo) foi um livro que Paulo (Fonsêca, não o Victor), um rapaz versado na ARTE DA SEDUÇÃO, me indicou. Disse que era ótimo e que ia MUDAR A MINHA VIDA.

HAHAHAHAHAHAHA.

Mas, ei, o livro é engraçado e dá boas dicas até. Meu preconceito se dissipou rapidamente. Foi feito por homens e é voltado para eles, porem muitas das situações sugeridas pelas dicas servem também para mulheres (sim, mulheres paqueram!).


O manual dá dicas de como paquerar nos, que considero, LOCAIS MAIS ABSURDOS DO MUNDO. Digo porque isso nunca vou pensar em dar em cima de alguém num avião (não viajo), academia (não frequento e nem quero) e locadora (nem deve existir mais isso)!
O livro divide as formas de CHEGAR JUNTO nas garotas em quatro partes: mulheres que você não conhece, que conhece pouco, que conhece bem e que conhece MUITO bem. O que é bastante didático, afinal algumas coisas só funcionam com a intimidade, enquanto outras não.


Cada forma de se aproximar de uma mulher possui três quesitos: interpretação, risco e ousadia. INTERPRETAÇÃO é a forma de agir, o grau de desenvoltura exigido para realizar o xaveco; O RISCO é mais relativo ao quanto você conhece uma pessoa e as possibilidades de revê-la; a OUSADIA, como o nome diz, é a cara-de-pau. a falta de óleo de peroba em sua face.

Além disso, há uns capítulos especiais que fala sobre o preço do orgulho, machismo, até que ponto uma mentira pode ser levada adiante e como um elogio se torna efetivo. Curtos textos, porem reflexivos, já que nesses livros o que se costuma mostrar é só o "como fazer", sem refletir sobre as consequências das suas ações.

(Particularmente já marquei a página do xaveco na livraria, na rua, no shopping, supermercado e transito que são os locais que mais frequento).

Mesmo não gostando desse tipo de literatura, até que o livro é divertido. Infelizmente não acho que terei PRESENÇA DE ESPÍRITO para lembrar de alguns desses xavecos na vida real.
Postar um comentário