Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

26 de fevereiro de 2014

Mais uma pequena impressão de um casamento

Dando sequencia ao post anterior... achava que nos casamentos só havia dois casais de padrinhos: um pra noiva e outro pro noivo. Daí fui surpreendido com, sei lá, pelo menos uns SEIS CASAIS DE PADRINHOS. Sempre acreditei que era pra ser duas pessoas especiais para cada um do futuro casal, mas pelo visto estava completamente enganado (ou talvez o casamento que fui era uma exceção).

Por que tantos padrinhos? Para receber presentes melhores no casamento? E depois? Qual é a função de um padrinho de casamento? É apenas simbolismo? E se é apenas simbólica, não perde a distinção serem tantos? NADA FAZ SENTIDO PARA MIM.



Clarisse me chamou pra ser padrinho do casamento dela. Eu tava ME ACHANDO, mas depois disso comecei a pensar na possibilidade de ser APENAS MAIS UM. Fui conversar com ela e, GENTE, continuo especial. Clarisse é uma pessoa fora de série. A madrinha dela será Luana. Ao que parece, as pessoas convidam, geralmente, casais. Felizmente minha amiga destoa, positivamente, do resto da sociedade.

Fiquei pensando: e se a noiva quiser só uma madrinha, sem um padrinho, pode? E se quiser dois padrinhos e nenhuma madrinha? Existe alguma REGULAMENTAÇÃO CATÓLICA/CIVIL para isso? Quantas duvidas!

E NÃO, NÃO SOU CONTRA A TER VÁRIOS PADRINHOS! É certo que durante sua vida há várias pessoas que são sui generis, e quanto mais delas você se cercar, melhor. Só que, né? Algumas são mais importantes e estão mais presentes do que outra. Some isso a minha ignorância/pre-conceito quanto a ter achado DURANTE TODA MINHA VIDA que era possível somente um casal por cônjuge.

Como não penso em casar logo, o que me resta é preparar uma DESPEDIDA DE SOLTEIRA, bem no estilo SE BEBER NÃO CASE.
Postar um comentário