11 de novembro de 2016

Abrace a insônia dentro de você

Insônia é quando você bota a cabeça no travesseiro e, de repente, seu cérebro parece que ingeriu taurina, te fazendo pensar em mil coisas e é aí que você deixa de dormir para traçar vários planos inconcretizaveis.

Acontece bastante comigo, por essa definição.

Nesses momentos existem dois caminhos: lutar contra o pensar não-pensando (difícil!) ou ceder ao imperativo biológico e fazer alguma coisa. 

Estou optando pela segunda. Ao invés de me revirar na cama procurando um sono que nunca vem, vou ler. Ou ver um filme. Ou jogar um jogo. Ou arrumar o quarto. Ou escrever no blog. 

Se são duas horas da manhã e eu preciso acordar as seis, e sei que, caso durma, vou acordar mais cansado do que se não tivesse dormido, então por que insistir? Abrace a insônia. 

(No dia seguinte faça uma atividade física pro seu corpo ficar exaurido e voltar a programação normal. Funciona comigo)
Postar um comentário