Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

9 de maio de 2011

George Carlin

Tenho esse hábito de conhecer algumas coisas interessantes só depois que elas acabam ou morrem. De cabeça me lembro de Nirvana, Gram e Monty Python.

Aqui vamos falar de outro caso, George Carlin.


George foi um dos mais famosos humoristas do gênero comédia em pé (STAND UP COMEDY, leigos) quando o termo ainda nem era famoso no Brasil. Nascido nos Estados Unidos, foi um ícone da contracultura na década de 1960 (movimento de mobilização e contestação social) e realizava seus shows baseados em observações do cotidiano (como qualquer um que apresente esse tipo de gênero).

Ficou famoso por usar em uma de suas apresentações as sete palavras que não se podem dizer na televisão americana: "Shit, Piss, Fuck, Cunt, CockSucker, MotherFucker, Tits". Rolou até um processo contra ele. Foi preso e alegaram que estava perturbando a paz. Mas foi libertado pouco tempo depois.


Mesmo tendo sido criado em um lar cristão, George tornou-se ateu. E essa crítica contra as religiões foram uma tema recorrente em seus espetáculos.

Além disso, seus temas versavam sobre "o pequeno mundo" (humor observacional), "o grande mundo" (comentário social), e as peculiaridades do idioma Inglês (eufemismos, dupla linguagem , o jargão de negócios)

Vamos ver alguns de seus comentários abaixo? Selecionei trechos dos shows Back In Town (1996) e You Are All Diseased (1999).

Sobre o aborto:

Os consevadores pró-vida são obcecados pelo feto, da concepção até o nascimento, 9 meses depois. Depois disso não querem mais saber de você. Não querem nem mesmo ouvir falar de você. Nada. Nada de exame pré-natal, nem apoio, nem creches, nem merenda, nem vales, nem plano de saúde, nem nada. Se você é um pré-nascimento, está bem. Se você é um pré-escolar, tá fodido.
...
Você jamais vê uma dessas mulheres brancas anti-aborto querendo ser barriga de aluguel de uma criança negra. Você não a vê adotando crianças abandonadas por viciados em crack.
...
O feto é um ser humano? Esse parece ser o ponto principal. Bom, se o feto é um ser humano, por que nunca o contam nos censos? Se o feto é um ser humano, por que quando há um aborto não se faz um velório? Se o feto é um ser humano, por que as pessoas dizem que têm dois filhos e um a caminho, em vez de dizer que tem três filhos?

Expressões usadas no cotidiano:

"Com suas próprias palavras". Já ouviram essa? Geralmente se escuta nas escolas ou
nos julgamentos. Dizem... "Conte-nos com suas próprias palavras." Você tem suas próprias palavras? Ei, eu estou usando as mesmas palavras que todo mundo usa. Quando alguém te pedir para dizer algo com suas próprias palavras, responda: "Nik flak flarnee kloundo floo."
...
Há uma porção de termos que estão sendo muito usado atualmente pelos brancos liberais. A primeira é: "Aconteceu de ele ser..."! "Aconteceu de ele ser negro!" Eu tenho um amigo que
"aconteceu dele ser negro". Como se fosse a porra de um acidente! Você sabe? "Aconteceu de ele ser negro?" Sim, aconteceu! Oh, sim, sim, sim! Ele tinha mãe e pai negro? Oh, sim! Sim, Ele tinha! Sim. E eles transaram? Oh, sem dúvida transaram! Então onde está a parte da surpresa? Eu acho que seria mais incomum se acontecesse de ele ser escandinavo!

Atletas que glorificam deus na vitória e esquecem-no na derrota:

E o que fazer para calar esses atletas de cristo que agradecem a Jesus sempre que ganham, mas nunca falam dele quando perdem. Nem uma palavra. Nunca escutamos: "Jesus me fez
errar a bola." "O bom senhor me fez tropeçar bem na hora do chute."

Pessoas que falam mal de políticos:

Todos reclamam dos políticos. Todos dizem que eles não prestam. Mas de onde vocês acham que vieram esses políticos? Não caíram do céu. Não passaram por um membrana de outra dimensão... Vieram de pais americanos e familias americanas, lares americanos, escolas americanas, igrejas americanas, empresas americanas e universidades americanas... e foram eleitos por cidadãos americanos. Isso é o melhor que podemos fazer, amigos. O melhor que temos para oferecer. O que nosso sistema produz. Entra lixo e sai lixo. Se temos cidadãos egoístas e ignorantes, teremos políticos egoístas e ignorantes. Trocá-los a cada 4 anos não muda nada também. Só estaremos lidando com uma nova camadade políticos egoístas e ignorantes. Ou seja, TALVEZ, não sejam os políticos que não prestam. Talvez outra coisa não está prestando por aqui como... o povo. Sim, o povo não presta. Taí um bom slogan para um campanha: "O povo não presta, foda-se a esperança." Porque se realmente a culpa é só dos políticos então, onde tão as pessoas de bem? Onde estão os americanos brilhantes, honestos e inteligentes preparados para salvar a nação e liderar o país? Não temos gente assim. Tá todo mundo no shopping coçando a bunda, cutucando o nariz, usando seus cartões de crédito para comprar uns tênis com luzes dentro.

Algo para adorar:

Decidi olhar ao redor a procura de alguma coisa para adorar! Alguma coisa com que eu
pudesse realmente contar. E imediatamente... Pensei no sol! Aconteceu assim! Numa noite, eu me tornei adorador do sol! Bem, não exatamente de noite! Não dá pra ver o sol à noite! Mas na manhã seguinte... eu me tornei admirador do sol! Por muitas razões. A primeira: Eu posso ver o sol! Ao contrário de outros deuses que eu posso citar. Eu realmente posso ver o sol! Eu gosto disso! Se eu posso ver uma coisa ajuda na credibilidade, sabe? Então todo dia eu posso ver o sol. E ele me dá tudo que eu preciso! Calor, vida, comida, flores no parque, reflexos no lago... e câncer de pele de vez em quando. Mas ei! Pelo menos não tem crucificações! E não jogaremos pessoas na fogueira simplesmente porque não concordam conosco! Adorar ao sol é bem simples! Não tem mistérios, milagres, ostentações, ninguém pede dinheiro, não tem canções para decorar e não temos um lugar especial onde nos reunimos, uma vez por semana, para comparar nossas roupas! E a melhor coisa sobre o sol é que ele nunca diz que eu não sou digno! Não diz que eu sou uma má pessoa e que preciso ser salvo! Nunca disse uma palavra cruel! Me trata bem! Então, eu adoro o sol.

O plano divino:

E quanto ao plano divino? Lembre-se disso? O plano divino. Há muito tempo atrás, Deus fez o plano divino! Pensou muito e decidiu que era um bom plano e colocou em prática. E por bilhões e bilhões de anos, o plano estava indo bem! Agora vem você e reza por algo! Bem, suponha que o que você quer não está no plano divino. O que você quer que ele faça? Mude o plano? Apenas por você? Não acha que é um pouco arrogante? E o plano divino? De que adianta ser um Deus se toda hora vem um monte de gente com um livro de oração de 2 dólares e bagunça com seus planos? E tem outra coisa! Outro problema que pode acontecer! Suponha que suas orações não sejam atendidas! O que você diz? "Bem, é a vontade de Deus! Assim seja!" Bom! Mas se é a vontade de Deus, e, de qualquer jeito, ele vai fazer o que quiser. Então pra que perder tempo rezando? Parece-me uma grande perda de tempo!

Viver pacificamente

é interessante perceber quem é alvo de Assassinato. Já percebeu quem são? Parem para pensar em quem é nós matamos? Sempre são pessoas que disseram para viver juntos em harmonia e tentar amar um ao outro. Jesus, Gandhi, Lincoln, John Kennedy, Bobby Kennedy, Martin Luther King, Medgar Evers, Malcolm X, John Lennon. Todos disseram, tentem viver pacificamente. BAM! Direto na cabeça. Talvez, não estejamos prontos para isso.

Em 22 de junho de 2008, George Carlin faleceu e assim encerro abruptamente esse post. Antes, porem, selecionei dois vídeos da carreira do comediante para vocês darem uma olhada.

Salvem o planeta:


Religião é besteira:

Postar um comentário