Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

9 de março de 2012

O tal do Joseph Kony e o rapto das criancinhas

Pra quem já assistiu filmes como Hotel Ruanda, Diamante de Sangue, O Último Rei da Escócia, O Jardineiro Fiel, etc, sabe que a situação de alguns países da África não é nada boa. Daí tá rolando um filme no YouTube sobre Joseph Kony, um líder de uma guerrilha que rapta criancinhas, faz maldades, essas coisas feias da humanidade. E o vídeo apela para que você torne Kony famoso. Pelos seus crimes, claro. Só assim fariam com que os EUA (os salvadores o mundo, né?) fossem lá capturá-lo/matá-lo. E apela pra nós, a geração facebook.

Googlei um pouco e vi que há o outro lado. Os que acreditam que isso é um embuste (dos grandes, se for) dos EUA. Uma verdadeira propaganda de guerra para validar uma suposta invasão a Uganda (país de origem do Kony) e outros países da África (afinal Kony tá fugindo, né?). Afinal, não foi assim que invadiram o Iraque? Alegando armas de destruição em massa que nunca foram encontradas?

Os motivos para invadir esses países? Econômicos, claro. Podem estar atrás de minérios, mão-de-obra barata, expansões de grandes conglomerados (alô, Coca Cola e McDonald's). Vai saber!

Ou então pode não ser nada disso.

Não tô dizendo que nada deva ser feito para impedir o rapto e a matança, mas sim que as coisas não são preto-no-branco como o vídeo se propõe.

Aqui o filme sobre Kony (30 minutinhos só, legendado em ptbr)


E aqui o vídeo tratando Kony como propaganda de guerra (11 minutos, sem legendas):


Outros links bacanas sobre o assunto:

O que é ideologia?
Kony 2012 – Mentiras, Propaganda e a Legitimação de Mais Guerra
As causas da invasão ao Iraque e seus efeitos
Embuste
Invisible Children
The Problem With Invisible Children's "Kony 2012"
Uprooted and Forgotten: Impunity and Human Rights Abuses in Northern Uganda
Joseph Kony 2012: growing outrage in Uganda over film
Imagem satirizadora
Visible Children

Postar um comentário