Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

26 de maio de 2012

Maniqueísmo no Facebook: cultura, carnaval, samba e heavy metal


O conceito de cultura é muito amplo, não há um consenso sobre seu significado. Todavia...

Tem-se usado nas redes sociais cultura como sinônimo de um suposto (e falso) elitismo. Cultura, para estas pessoas que pensam e compartilham esta imagem, envolve ouvir música "boa" (metal ou música clássica, ao invés de funk ou samba). Há uma arrogância em sentir-se superior por ter determinados GOSTOS em relação ao outro.

Cultura, porem, pode ser também sinônimo de popular. Nesse caso, dizer que Michel Teló, Sertanejo Universitário ou Axé é cultura não é errado.

O conceito mais bacana que consegui formular sobre cultura, com base em minhas leituras, é a de que cultura é um ambiente ARTIFICIAL que serve para o homem viver confortavelmente. Explico: quando alguém sai da sua zona de conforto devido a invasão de ideias de outra pessoa ou grupo, há um choque de realidades. Porque cultura também é sinônimo de tradição. Então as pessoas se chocam quando veem que certo tipo de aborto foi legalizado, grupos lutam pelo casamento civil dos homossexuais, discutem e debocham da religião tratando como mitos e lendas...

Detalhe: as origens do carnaval remontam o antigo egípcio. Grécia, e posteriormente Roma, adotaram os festejos para celebrar Dionísio (Grécia), Baco, Saturno e Pã (Roma, os 3 últimos).

Um livro muito bacana sobre cultura que recomendo é "Cultura: um conceito antropológico de Roque de Barros Laraia". Não é caro e faz refletir a beça.
Postar um comentário