Dias Comuns

qualquer coisa aleatória que passa na cabeça

24 de dezembro de 2015

A quem pertence os braços das cadeiras no cinema?

Ontem fui ver Star Wars. Fui o primeiro, junto com Isadora, a entrar na sala. Sim, ela estava vazia.


Sobre as cadeiras de cinema, sugeriram que, assim como no transito, quem está a direita sempre teria preferência. No caso, o braço direito da cadeira sempre pertence ao ocupante da mesma. Isso garantiria a todos, pelo menos, um dos braços da cadeira. A exceção ficaria com a pessoa que está na extremidade esquerda e teria dois.

Outro ponto importante sobre os cinemas são as pernas: quase sempre a cadeira da frente é convidativa o suficiente para esticarmos nossos pés em sua direção, causando um desconforto a quem está lá. Isso seria resolvido se: a) as cadeiras ficassem mais longe b) tivesse um banquinho para esticarmos nossas pernas.


Ou então criar cadeiras tipo as de banco de escola, com seu próprio apoio! Quem fosse canhoto poderia solicitar uma cadeira especial. Gordinhos também! E elas deveriam ter um espaço maior entre uma e outra para a pessoa poder cruzar as pernas sem bater com a perna alheia.
Postar um comentário